1950-1959

1958
  • Armando Barrento, sagra-se Campeão Nacional de Ginástica Aplicada de 1ª categoria.
1957
  • Desloca a Angola a primeira representação gímnica, onde obteve um sucesso extraordinário a nível desportivo e social.
1956
  • Maria Helena Villalva sagra-se campeã Nacional de Ginástica Aplicada de 1ª categoria.
1955
  • Oferecida pelo Vitória Sport Clube, é trazida até Lisboa, uma pedra da muralha do Castelo de Guimarães, que simbolicamente é a primeira para a construção da nova sede, na praça das Águas Livres.
  • Novamente em destaque o seu ginasta Mário Begonha efectua pela primeira vez em Portugal o triplo salto mortal na mesa alemã.
  • Recorde Nacional de 4X100 em atletismo pelas atletas, Maria Ivone Ferreira, Maria Teresa Carvalho, Maria Helena Villalva e Elvira Trindade.
1954
  • Dália Cunha conquista o título de Campeã Nacional de ginástica Aplicada, em 1ª categoria pela 3ª vez consecutiva.
1953
  • Dália Cunha, pela segunda vez, sagra-se Campeã Nacional de Ginástica aplicada em 1ª categoria.
  • Participa na 1ª GYMNAESTRADA, a grande festa da ginástica Mundial dos 8 aos 80 anos, realizada em Roterdão (Holanda).
  • Recebe o diploma de Sócio Honorário e Medalha de Ouro do Instituto de Socorros a Náufragos.
  • O seu ginasta Mário Begonha efectua pela primeira vez em Portugal o duplo mortal em saltos de mesa alemã.
1952
  • Dália Cunha sagra-se Campeã Nacional de Ginástica Aplicada, em 1ª categoria.
  • Nos Jogos Olímpicos de Helsínquia participaram os seguintes atletas: na Esgrima, Jorge Paiva e Pona Franco, na Ginástica, Dália Cunha, Maria Laura Amorim e Natália Cunha e Silva, no Tiro, Albino Paulino de Jesus, e na Vela, Jacome Ribeiro.
1951
  • É atribuído ao Ginásio Clube Português, pelo Comité Olímpico Internacional, a TAÇA OLÍMPICA «FEARNLEY», Troféu destinado a premiar clubes amadores de reconhecido mérito Mundial.
  • Realiza no Pavilhão dos Desportos (hoje Carlos Lopes) o I «Festival Desportivo Feminino».
1950
  • Promove o 1º concurso Internacional de ginástica aplicada em Portugal, cabendo-lhe os primeiros prémios.
  • O Clube Ginástico do Rio de Janeiro manda a Lisboa o seu primeiro amador saudar o G.C.P. pelas Bodas de Diamante. Apresenta a primeira voadora – amadora, a atleta Dália Cunha.
  • Nos seus 75 anos mais de 200.000 portugueses recebem educação física na sua sede e em classes de escolas portuguesas a expensas do Clube.
 
APOIOS INSTITUCIONAIS
PARCEIROS